Itu: água distribuída em Itu é imprópria para consumo, diz ONG e Ceunsp

Itu: água distribuída em Itu é imprópria para consumo, diz ONG e Ceunsp

A água distribuída em áreas públicas na cidade de Itu é imprópria para consumo, de acordo com a ONG Caminho das Águas e do Ceunsp (Centro Universitário Nossa Senhora do Patrocínio).

As caixas de água gigantes espalhadas pela cidade foram instaladas para a aliviar a crise hídrica. As informações foram publicadas agora pouco no site do jornal Folha de São Paulo.

As amostras teriam sido recolhidas em cinco pontos da cidade no final do mês passado e testados em laboratórios do Ceunsp. Os resultados apontaram que todas estavam contaminadas com coliformes totais e coliformes fecais, que são resultantes de decomposição de matéria orgânica e de fezes de animais, além de bactérias resistentes à temperatura.

Ainda de acordo com o jornal, a ONG vai coletar novas amostras até o começo de dezembro. O resultado é referente ao primeiro lote coletado. Nesta segunda-feira (10), os funcionários da empresa responsável, Águas de Itu, teriam esvaziado uma das caixas.

Em contato com a Folha, a Prefeitura de Itu afirmou que exige que a qualidade da água fornecida pela empresa responsável seja comprovada por laudos. A Águas de Itu informou que atesta a qualidade “com base em análises de seus laboratórios e de terceiros acreditados pelo Inmetro, a qualidade e potabilidade da água despejada nos reservatórios instalados emergencialmente em espaço públicos”. O Ministério Público Estadual considerou a conclusão do estudo “grave”.

A TV Sol Comunidade não se responsabiliza pelos comentários aqui publicados.